Profissão

20 de outubro de 2011

Campanha pela valorização da Fisioterapia

Está rolando na internet uma campanha muito legal pela valorização do fisioterapeuta. Vamos divulgar, pois através da conscientização dos usuários dos planos de saúde ganharemos força na nossa luta pelo reconhecimento da nossa profissão.




Pensem assim:
Vocês vão ao médico e ele te dá um diagnóstico: Síndrome patelofemural!!!
Nossa que alívio vocês pensam... E aí ele indica fisioterapia! Ele da uma guia e vocês levam ao plano de Saúde.
Geralmente o código que ele escreve nessa guia é: Patologia osteomioarticular de um membro! Para esse código geralmente os planos pagam em média 6 reais por sessão!!!
Bom... imaginem que o seu fisioterapeuta vai atender um paciente por horário... E que trabalha 6 horas por dia que é a quantidade determinada para fisioterapeutas.
Então são 6 pacientes por dia. 5 dias por semana. Quatro semanas por mês! Aproximadamente...
Dessa forma a clínica receberia em torno de 720 reais por mês pelos atendimentos do seu fisioterapeuta.
Contando que a clínica tem que pagar Água, Luz, telefone, internet (muitos convênios autorizam guias e procedimentos através da internet), aluguel, serviço de limpeza, secretária (o)... Além disso ela precisa pagar os fisioterapeutas e estagiários que estão trabalhando e precisa render alguma coisa né. Se não quando estragar um aparelho como faz pra concertar???
Isso é impossível de se fazer!!!

O salário médio que os fisioterapeutas estão recebendo é 720 reais. Ou seja, eles recebem como se estivessem atendendo um paciente por horário mas na verdade estão atendendo 5, 6, 7, 8 pacientes por horário. Isso sem contar que não é carteira assinada, muitos não recebem décimo terceiro e férias e não tem direito de faltar se estão passando mal ou se quebraram o pé!!!
Além disso, o código não cobre o atendimento necessário. Na maioria das vezes para aliviar e evitar uma dor no joelho eu tenho que trabalhar a pelve de uma pessoa!!! Muitos dos diagnósticos que recebemos dos ortopedistas tem causa multifatorial, ou seja, vários fatores atuam no surgimento daquela dor!
A dor é apenas uma consequência de um desequilíbrio global no nosso corpo!

Assim o código de patologia osteomioarticular de um membro não abrange toda a necessidade do paciente!!
Resultado disso... O paciente não recebe o atendimento necessário... assim como o fisioterapeuta não recebe o salário adequado!!! Temos aí dois infelizes!!!
Eu costumo brincar com meus pacientes que os planos de saúde pagam o gelo, o tens e o ultra-som que os médicos indicam.
O meu raciocínio de como tratar o caso deles, e não a patologia, sai de graça!!!
Absurdo não???
Na verdade na maioria das vezes eu substituo o gelo, o tens e o ultra-som pela criação e seleção de exercícios adequados (ai sai um descontinho para os planos de saúde). E olha que não é fácil não viu!!! Não existe essa coisa de que dor no joelho é falta de alongamento da musculatura posterior da coxa!!! Não existe receita para tratar o paciente... a gente tem que avaliar muito bem e selecionar muito bem o que vai fazer!!!

É por isso que vocês chegam nas clinicas e elas estão lotadas de pacientes, que não recebem o atendimento adequado.
É por isso que vocês chegam nas clinicas e elas estão lotadas de estagiários, que ao invés de estarem aprendendo a atender estão simplesmente agindo como técnicos em fisioterapia. Passando o ultra-som, colocando o tens e olhando diversos pacientes executando exercícios incorretos e sem saber a forma de corrigir (afinal muitos deles estão apenas no início do curso)
E é por isso que vocês chegam nas clinicas e elas estão vazias de fisioterapeutas, porque não tem como pagar diversos profissionais.

Estou aqui dando um exemplo da área ortopédica. Mas imaginem que um atendimento de um paciente com lesão medular também tem um pagamento médio de 6 reais por sessão.
6
Lembram daquela novela da modelo que sofreu um acidente e ficou tetraplégica???? Imaginem atender uma pessoa que não consegue fazer quase nada sozinha recebendo 6 reais??? Nesses casos não tem como atender mais de um... Você tem que se dedicar inteiramente...

Nós estamos lutando pela nossa profissão. Estamos lutando por melhores condições de pagamento aos nossos serviços e de atendimento aos nossos pacientes.
Mas precisamos de vocês na nossa luta!!!
Muitos pacientes reclamam do mal atendimento do fisioterapeuta ou que que fisioterapia não funciona.
Mas como vocês serão bem atendidos nessas condições???
Ao invés de se queixarem de um mal atendimento, queixem-se da má condição que o seu plano dá para que seja realizado o seu atendimento.
Você merece o melhor!!!!
E você paga o seu plano esperando por isso!!!

Estou aqui falando pelos fisioterapeutas... Mas toda a área da saúde se encontra nessas condições!!!
Vocês vêem na televisão os médicos lutando... Mas a voz do resto é abafada!!!

Meus pacientes passam em média 15 minutos com os médicos para receberem um diagnóstico. Mas passam em média 1 hora comigo. Nessa uma hora além de fazer exercícios que ajudem na sua melhora eu preciso conscientizá-los que a melhora depende deles!!! Ou seja... não adianta fazer exercícios se o resto do dia eles vão esquecer que tem que manter a postura correta, ou evitar tais movimentos e que eles tem um para-casa. E que depois da alta eles não podem esquecer que se eles não seguirem nossas recomendações tudo pode voltar!!!
Sim... O paciente tem que ser ativo no seu tratamento!!!

Então eu peço... sejam ativos conosco!!! Com todos os profissionais da saúde!!!
Agradeço desde já a atenção de vocês!!!

Bárbara Murta

Facebook - Bárbara Murta



Comentários ()

23 de setembro de 2017 às 10:31

redskins jerseys disse:

I intended to create you a little word so as to give many thanks as before relating to the splendid techniques you have shown in this case. It was certainly incredibly generous of people like you to deliver openly what most people could possibly have distributed as an e-book to help make some profit on their own, especially now that you might have done it if you decided. These concepts also acted like a fantastic way to know that most people have a similar keenness similar to my personal own to know a lot more related to this matter. I'm sure there are a lot more pleasant opportunities ahead for people who look into your blog post.
16 de setembro de 2017 às 09:00

mont blanc pens disse:

I actually wanted to construct a brief comment to be able to say thanks to you for these unique advice you are posting on this website. My extensive internet lookup has finally been compensated with pleasant tips to write about with my company. I would assume that many of us site visitors actually are unequivocally fortunate to dwell in a magnificent website with so many perfect professionals with useful opinions. I feel really happy to have discovered your entire webpages and look forward to some more fabulous minutes reading here. Thanks a lot once more for all the details.
30 de dezembro de 2016 às 02:17

nrSkGSZt disse:

Field,I haven't posted here in a while (or blogged for that matter) but just wanted to tell you that my 9 y/o was in your fair city today as part of a registration campaign (for Obama). She'll be presenting her observations tomorrow at sceeol.Poach.- b
13 de março de 2014 às 11:27

Luiz Felipe disse:

ESTOU CURSANDO O PRIMEIRO PERIODO DE FISIOTETAPIA, E LENDO TODOS ESSES COMENTARIOS FICO MUITO DESISTIMULADO E TRISTE, POIS ESSA É UMA LINDA PROFISSAO.
08 de março de 2014 às 12:04

Bárbara disse:

Colegas de profissão, não desanimem. A baixa auto estima é uma praga para a profissão. É ela que nos deixa submeter a receber valores injustos e ajuda a desvalorizar ainda mais a fisioterapia. Acreditem que a fisioterapia tem futuro, ela é apenas uma criança e comparada a profissões da saúde como enfermagem e medicina, ainda está em desenvolvimento. Me formei ha um ano e meio e meu grupo de amigas da faculdade está se dando bem, em diferentes situações. Eu e mais três amigas fazemos residencia, outra está em SP, e depois de um ano ganhando mixaria em clínicas particulares com convênio, conseguiu sai e vive apenas de pacientes particulares atendendo em casa. Ganha cerca de dois mil reais por mês e está começando uma pós, e pensando no mestrado. Outra amiga mora no interior do RJ e ainda luta com clinicas particulares, mas ganha o suficiente para juntar dinheiro para os cursos na área de ortopedia que gosta. É óbvio que devemos lutar por melhores salários, repasses do plano de saúde, através dos sindicatos e mesmo acionando o MT. Devemos nos unir e não ver o outro como concorrência! Quantas áreas podemos atuar? Quantas especializações? É certo que só o curso de graduação nos dá poucas ferramentas para atuar e o mercado não aceita profissionais medíocres (em nenhuma profissão). Portanto, invista em seu conhecimento e estude, estude muito! Escolha o que deseja fazer, com o que deseja trabalhar e planeje como chegará lá. Se não tem dinheiro para fazer um curso de RPG ou de cadeias musculares, faça o pilates e trabalhe em uma clínica, alugando o espaço ou dividindo com colegas até juntar dinheiro para o curso que deseja. Fisioterapia tem um ENORME campo de atuação: prevenção, promoção da saúde, saúde básica, acupuntura, pilates, rpg, osteopatia, neurologia, ortopedia, esporte, respiratória, hospitalar, pediatria, geriatria, ginecologia, estética, ergonomia, saúde do trabalhador, terapias orientais e holísticas, e por aí vai. O MERCADO NÃO ESTÁ SATURADO! O QUE ESTÁ SATURADO SÃO OS PLANOS DE SAÚDE! Devemos nos engajar em lutas particulares para nos garantir o melhor investimento profissional e em lutas coletivas, nos aliando e associando para garantir justiça em nossa profissional, para nosso bem e para o bem de nossos pacientes!
27 de fevereiro de 2014 às 01:28

Luana disse:

A fisioterapia não tem futuro nenhum , é uma profissão sucateada , não tem emprego , muito mal remunerada , enfim a sociedade não valoriza o fisioterapeuta .
Meus amigos fujam desse curso , é uma bosta ...
Foi o maior arrependimento da minha vida ...

30 de setembro de 2013 às 08:55

Adriana Dias disse:

Um recado Ao Sr, "Professor ainda não formado no curso de fisioterapia " -Rai
O desperdício de tempo e energia gerados pela conduta emocional desproporcional a realidade, é um preço que via de regra,você não precisa pagar, bastando apenas localizar o seu centro, assumindo uma postura sensata que só pode ser conferida através da justa medida e de uma avaliação racional.
Ao criticar seus colegas de profissão, você prova não ser racional, ninguém aqui está contra a profissão, queremos apenas propor soluções viáveis para uma maior distribuição demográfica das vagas ,em futuros concursos , nos chamar de ridículos é algo lamentável, imaturo e prova sua pouca evolução espiritual pense nisso !

Um abraço
15 de agosto de 2013 às 23:29

Anônima disse:

kkkkkkkkkkkkkkkkk... Meu Deus! A namorado do cara que fico estuda fisioterapia e ela se acha por que sou enfermeira e olha que nos interiores tem deles que pagam 3 mil por mês por 30 horas semanais. Quando me formei conseguie emprego com um mês de formada e hj conseguie 4 empregos nos interiores... enfim... A história é o seguinte eu estou com ele a 6 anos e ele pensa que eu tenho vergonha dele por ele ser gordinho, mais não é verdade, o problema é que sou tímida pra namoro e tenho medo de me entregar por inteira e ele não entende isso... enfim. Ai ele acabou assumindo com ela. Mais nunca me deixou e sinto que ele gosta de mim... mais a culpa não é nossa dessa situação é que o mundo sempre da voltas e a gente acaba juntos mesmo eu com outro e ele com outra... enfim. Parece novela. Todo mundo me desvaloriza por eu ser filha de empresário e ter feito enfermagem... eu vou larga a profissão não por falta de oportunidades, mais é porque eu estou de saco cheio de ser desvalorizada, minha irmã é farmacêutica ganha pouco e todo mundo acha lindo, só porque ela é farmacêutica. Vou ser empresária e tocar o barco pra frente com os negócios da família é melhor, sei lá... Olha querem um conselho, nunca fazem enfermagem nem que vc ganhe bem, vc nunca vai ser valorizada nem que os concursos paguem melhor vc que os farmacêuticos, terapeutas e fisioterapeutas e etc... só pelo fato de vc ser enfermeira as pessoas já vão te olhar com outros olhos e te desprezar...Só médico ganha bem na área da saúde. Agora depois de tudo que lie, não sabia que fisioterapia era assim... Pensei que ganhassem bem e tal. Já teve dois amigos meus me enchendo porque ela estuda fisioterapia e olha q ela vai se formar em 2017 kkkkkkkkkkkk... Depois desses comentários fico a rir dela. Ela é feinha ainda por cima. E ele já quer larga ela. Acho bem feito pra ela depois de saber disso, não sei se é a maldição da florence que me afastou dele e olha que sou bonita ( não é pra me gabar) isso é visível. Eu quero mais é que ela se forme nessa área e me pague pelos desdenhos da minha profissão, até hj eu não acredito como um homem daquele estar com ela, maldição da florence só pode e também porque ele viaja pro rio porque ela mora lá, acho q é pelo passeio e acho q ele acredita que a profissão dela é lucrativa. Mais talvez seja por isso mesmo que ele ficou com ela pra quando ela se formar ele ver que uma enfermeira ganha mais que ela, e tem mais concurso e que a profissão dela é pior que a minha. (ela tá com ela porque fomos separados um tempo, ai namorei outro, acabou o namoro e ai quando encontrei ele, ele estava namorando ela, ele a traie comigo, por temos muita química, mais nossa caso não é só sexo é muitooo carinho e amizade também , ele quer namorar comigo já e quer larga ela só falta eu dizer sim e pra isso eu preciso perder o medo de assumir compromisso, tenho trauma por causa de um namoro que tive que me deixou assim e ai eu prefiro casinho que assumir um compromisso...) Ela diz que é doutora hahah... se for por isso eu também sou, pois todo profissional de nível superior é, mais em enfermagem ninguém liga ou te chama disso e sim te martilizam, mais doutor mesmo é só quem faz doutorado e tem mais nem faço questão de ser chamada por esse título que serve mesmo pra médico ser chamado de doutor, porque é o único que ganha dinheiro. Sou frustada, mais nunca é tarde pra ser feliz...
18 de maio de 2013 às 20:55

Adriana Dias de Oliveira disse:

Concordo com Marcelo em São Paulo quando é aberto um edital cito Embú das Artes São Paulo /2013, 01 vaga é um absurdo alguém pode me explicar como pode um município atender uma população inteira com 01 fisioterapeuta , por isso volto a dissertar é um passe coletivo , para dar conta desta demanda só mesmo chamando a corrente espiritual ,impondo as mãos , porque um só fisioterapeuta com um atendimento decente por hora , como é o meu caso não consigo atender mais que 05 pessoas por dia 05 vezes por semana a 60 minutos o que da 25 por semana ou 100 por mês aqui no SER em Taboão da Serra são 02 fisioterapeutas 5.000 atendimentos por mês ! e pior o crefito ainda elogia! , assim fica difícil ter orgulho da carreira, fico me questionando se dá para acreditar que o conselho vai de fato lutar por nossos direitos após 09 anos de formada e vendo ano a ano editais em São Paulo com 01 vaga , 02 vagas ,04 vagas no máximo tenho mais do absoluta certeza que não dá para contar com eles , hoje entendo o porque da desunião , se quem deveria lutar por nós fecha os olhos , como poderemos acreditar em um futuro melhor? vem daí meu descontentamento e pelo visto tão cedo acho que a coisa não vai mudar !
13 de abril de 2013 às 13:05

Vanessa disse:

Sou fisio e tive que ir pra área de estética para ganhar mais q o piso. Acho que existe solução.
Os fisioterapeutas tem que se unir a primeira coisa e apoiar politicos fisioterapeutas e inventir em politicos fisioterapeutas.
Exemplo disso é a classe médica que toma conta da maioria dos cargos políticos fazendo leis a seu favor. Assim podem ser feitas leis a nosso favor como inclusão de fisio em todos os psf, melhoria do piso e aumento do número de vagas de fisio em concursos públicos.
Outra coisa é não aceitar trabalhar como fisio ganhando abaixo do piso. Se alguém te oferecer negue logo .Esse negócio de pegar experiência é burrice e armação dos empregadores. Aceitar é denegrir a profissão é melhor vc trabalhar como recepcionista , vendedora qualquer coisa mais não como fisio ganhando pouco. Não tem emprego trabalhe em outra coisa mas não suje a profissão aceitando merreca.
Quer experiência faça cursos e especializações. Se ninguém aceitasse essas merrecas eles seriam obrigados a pagar o piso que em si já é baixo. A outras classes riem de nós. Agente é muito bobo.
Valorizar a fisioterapia começa em nossos valores.

03 de fevereiro de 2013 às 21:38

Mauro Santos disse:

Prezdos Colegas,

Sou de Niteroi-RJ e me formei em 1994.
É deprimente ver tantos relatos de desmotivação e subjulgação profissional, isso acontece todos os momentos de quem é fisioterapeuta, salve algumas exceções, dentre os profissionais de saude somos os mais mal remunerados nos serviços particulares, é inaceitavel essa condição, trabalhamos com outros profissionais que tambem não nos valorizam a altura, porem quando precisam estamos lá!! Já passei por hospitais, clinicas, Home care .... é impressionante desde que me formei a sensação é que não evoluímos financeiramente, e não evoluímos.
Somos diminuídos por profissionais de outras especialidades e pior por nossos PROPRIOS COLEGAS de profissão!! isso acontece todos os dias, as empresas nos submentem a remunerações vergonhosas e nossos colegas que deteem os serviços não ficam atraz, isso mostra que em todos os processos somos prejudicados, nossas representações, assocoações, sociedades, sindicatos, conselhos não estão nem aí, para variar para se estabelecerem prometem, prometem e não cumprem nada, politica!? e assim vamos houvindo, vendo e participando de tantos momentos ruins da profissão, vemos todos os dias muitos colegas de excelente padrão desistir deste caminho.
Vamos continuar a nos subjulgar? a nos submenter? passar como um tapa buraco? termos formações mediocres de faculdades cata níquel? até onde vai essa condição FISIOTERAPEUTAS!!!
att.
03 de fevereiro de 2013 às 17:52

Dr.marcelo muniz disse:

Me debruço aqui no blog analisando cada comentário que os colegas fizeram...e tenham certeza cada qual a sua maneira tem certa razão...estou formado a pelo menos 18 anos..e tenham certeza já vi e senti todos os sentimentos aqui postados..tenho 52 anos e moro na cidade do rio de janeiro onde estão localizadas só no municipio cerca de 15 faculdades e/ou universidade de fisioterapia...imagina os doutores o quanto essas faculdades despejam a cada semstre no mercado de trabalho.....as vezes no meu mundo acadêmico eu sempre tinha a impresão que o meu professor também era o meu competidor..e depois de anos de experiência a impressão virou um pouco de realidade...hoje continuo a estuda e, apesar da idade me incomodo com certa letargia da minha parte em não me atualizar para tratar mais dignamente meu paciente...
mas se permitem gostaria de tocar em outros pontos que não só o salário deva ser comentado...em primeiro lugar eu acredito que pelo menos as pessoas que comentam aqui nesse valoroso e estimado blog,que enviassem a Dra gorete congratulações pelo excelente trabalho que ela realiza em prol da fisioterapia ( não a conheço mas já ouvi dizer e li algumas noticias sobre o trabalho por ela realizado) ..depois iria sugerir também que cada qual a sua maneira pudesse junto a advogados amigos que explicassem a todos como e porque os conselhos são criados e se existem algumas açoes pela qual poderemos recorrer judicialmente para que muitas das questões que nos afligem fossem resolvidas ( explico...como voces devem saber, nós não podemos exercer a nossa profissâo sem sermos registrados ao crefitto,isso nos remete a uma questão muito óbvia,se temos que ser tutelados pelo crefitto então que ele se responsabilize por atos que nos possa nos defender ).há alguns anos fiz uma pós em fisioterapia do trabalho, acontece que essa pós foi ministrada por nada menos que professores que detinham grande fatia do mercado nacional,e o que aconteceu? foi horroroso,pois foi um curso que chamamos de cospe giz sem tempo para analisar o seu conteúdo e aprendizado ( o curso era um final de semana por mes ) mais o que isso significa diriam voces? o crefitto foi comunicado sobre esse curso e nada fez deu os ombros e quase me falou dane-se.durante esse curso eu pela minha idade e talvez experiencia era tido como chato pelos colegas que não enxergavam que esse curso não estavam ensinado nada,e mesmo assim ficavam passiveis..então vejam voces que não é só salarios que devemos analisar e comentar,ms sim procedimentos...ai pergunto a voces porque os crefitto que reconhece a especialização de fisioterapia do trabalho não correu atras através dos ditos procuradores judiciais ( esses mesmos procuradores que nos mandam cartas ameaçadores para colocar nossos nomes na dívida publica caso não paguemos as nossas anuidades e impostos sindicais ).para que as empresas sejam obrigadas a contratarem fisioterapeutas do trabalho para se adequarem a Nr 17 ? fiz uma especialização em pericia judicial...mas voces sabiam que tem magistrados que podem não acatar nexos causais produzidos por fisioterapeutas? uns acatam outros não..novamente o crefitto se omite em não dar devida atenção ao fato pois ainda não tem ordenamento juridico e portanto o crefitto não poderia permitir a abretura desse curso, até que essa questão fosse resolvida.entenderam porque a nossa profissão é bonita mais muito mal conduzida pela ditas autoridades do setor?
outro ponto que gostaria de relatar se os Srs. me permitem é um posicionamento legal para algumas atitudes que deveria-mos tomar em nossos consultório ou clinicas....primeiro diz respeito a exames complementares..algumas resoluçoes do crefitto e coffito estão nos autorizando e solicitar exames complementares..mais isso só não é suficiente , pois o crefitto deveria novamente ir ao congresso e tentar constituir uma pl ( projeto de lei ) onde nos respaldaria para que todo e qualquer exame complementar ( radiografias RM ) solicitados por fisioterapeutas fossem aceitos por lei para todos os orgãos, bem como o direito de emissaõ de atestados para afastamento temporário para pacientes que necessitem de repouso pós tratamento fisioterapico ( aqui pelo menos no rio de janeiro o médico atende atesta a incapacidade e emito tantos dias para o paciente, quando ele volta a consulta ele tem alta é mandado de volta para o trabalho com a indicação de fazer fisioterapia, mas como fazer fisioterapia trabalhando? ). com medidas acima citadas haveria um incentivo a mais para o fisioterapeuta até se sentir impulsionado a correr atras de uma valorização financeira.
espero que tenho ajudado. atenciosamente.
Dr.marcelo muniz
fisioterapeuta do trabalho
ergonomista
e perito judicial
01 de fevereiro de 2013 às 22:12

gustavo disse:

Sou fisioterapeuta há 12 anos, recebo de planos de saúde R$6,00 por sessão sendo disso 30% de imposto, no particular uma sessão neurológica individual custa R$30,00 pois já tentei cobrar mais do que isso e por ser em sua maioria paciente cronico, financeiramente fica inviável para a maioria dos pacientes. Estou trocando o piso do meu apartamento, o pedreiro mais barateiro me cobrou para colocar o piso R$25,00 o metro quadrado, e´para faxinar um apartamento de 70m2 a faxineira me cobrou por 8 horas de serviço R$130,00, fora almoço e transporte. Acho que tem alguma coisa errada neste País, os valores estão invertidos, não que esses que citei não deva ser valorizado, mas e o profissional da saúde com nivel superior onde fica nessa. Brasil mostra a tua cara. Faculdade para quê??????
03 de novembro de 2012 às 16:23

robson fronte disse:

O mercado está ruim pra profissionais meia boca, péssimos profissionais que se formam em cursos baratos e deixam a área saturada. Eu não estou com medo de ficar desempregado pq eu sei que o mercado de trabalho está sempre aberto para quem é melhor e quem realmente estuda e quem vai atrás do que quer... A concorrência é praticamente do mesmo nível. O que eu vejo aqui são profissionais frustados que não conseguiram a realização profissional pq não valorizam a profissão e ficam esperando emprego cair do céu, e enquanto isso não acontece os mesmo ficam realizando procedimentos fisioterapêuticos por 10$ ou 20$ ai depois ficam chorando e falando mal da fisioterapia dizendo que estão arrependidos : - não dá dinheiro, -me arrependi devia ter feito outra coisa, - desistam o quanto antes... FALTA AMOR NA PROFISSÃO, FALTA CORAGEM PRA TRABALHAR, FALTA VALORIZAÇÃO! mais falo para vcs e pra quem me preguntar, existe ''profissionais'' e'' PROFISSIONAIS'' e enquanto existir gente que faz por fazer, que só estar nesse curso pq n passou para outro melhor, que nem sabe pq está fazendo isso, raramente vai existir amor e valorização... concorrência e só oque tem, e eu adoro concorrência pra mim e que nem isopor em caixa de eletrodoméstico só serve pra encher...
08 de outubro de 2012 às 16:39

Alexandre disse:

Tenho 13 anos de formação concordo em parte com a caroline, realmente para quem é concursado a situação é melhor mas como disse o marcelo é cada vez mais raras as vagas para fisioterapeuta e quando tem o salário é desetimulante. Eu sou exemplo disso, já fui aprovado em dois concursos públicos, prefeitura municipal do rio de janeiro em decimo lugar e não fui chamado e para o a rede Sarah e o meu perfil não se adequava ao que eles queriam. Investi muito na minha formação e tive pouco retorno. E infelizmente eu também digo: Procurei outra formação enquanto tem tempo pois quando tiver mais idade as possibilidades vão ser cada vez menores!!!!
31 de agosto de 2012 às 12:08

MArcelo disse:

parabens carolina....... mas vc é uma rara excessao, 02 concursos..............mas a questao aqui é a remuneração da classe em geral................pois se formam em média 50 profissionais por semestre e vagas de concurso em esfera estadual aparecem de 04 em 04 anos e apenas uma vaga e olhe lá.............entao nem se pode considerar como uma opção............REPITO COMO JA DISSE NOS COMENTARIOS ABAIXO: PRA QUEM TA NA FACULDADE LARGUEM EQUANTO É TEMPO............estive num consultorio medico num outro dia ele me disse o seguinte: "ja dei aula pro curso de fisioterapia e conversei com o coordenador do curso e perguntei a ele se ele alertava os alunos sobre a realidade la fora, e o coord. respondeu: "aí é problema deles, eu quero saber é de mais e mais alunos "............ ALUNOS DE FISIOTERAPIA PERGUNTO: SE VCS TIVESSEM ALGUEM PRA TE ALERTAR QUE A REMUNERAÇÃO É UMA MERDA, VCS CONTINUARIAM O CURSO??
22 de agosto de 2012 às 12:40

Caroline disse:

Ola colegas fisioterapeutas,
sei que voces e todos os academicos se sentem desestimulados, eu tambem me sentia muito assim, mas acho que sou uma verdadeira excessao,pois acumulei um concurso municipal e um estadual, e nao reclamo nem um pouco da remuneração,pois gira me torno de 8 mil liquido, me sinto valorizada, mas me sinto uma rara excesao, mas ressalto que so consegui isso pq sou concursada, por isso, se vcs amam a profissao,nao desistam.,
19 de julho de 2012 às 13:03

ENZO disse:

ACADEMICOS DE FISIOTERAPEUTAS, SOU FORMADO A 5 ANOS E ATE AGORA NEM EU NEM MEUS COLEGAS DE CLASSE NÃO ARRUMAMOS UM EMPREGO DESCENTE, AFFF, TUDO NA FAIXA DE MIL, MIL E POUQUINHO... COMPENSA MAIS SER TECNICO DE ENFERMAGEM QUE GANHA 1.OOO REAIS SEM CURSO SUPERIOR , OU ENFERMEIRO QUE CONHEÇO GANHANDO 5.000 MIL EM UM POSTO DE SAÚDE , psf
15 de junho de 2012 às 22:27

Thais disse:

Bom eu so tem 1 e meio de formada em Fisioterapia e estou totalmente desistimulada com a profissao. Fiquei 10 meses sem emprego e quando consegui foi pra dar aula de pilates em um studio q pagava 6 reais por atendimento e no final do mes nem 400 reais recebi. Logo depois uma clinica de estetica q tinha colocado uma promocao de 35 sessoes corporais precisou de mim para trabalhar e me pagavam R$1,25 por procedimento numa carga horaria de 12 hs !!!! So trabalhei pra aprender e ter experiencia, mas nao aguentei tanta desvalorizacao !!! Trabalhei meio periodo do dia em uma clinica com drenagem linfatica e recebia um salario fixo de 450 reais e agora estou dando aula de pilates novamente sendo 7 reais por atendimento, mas estou tomando nojo dessas clinicas q nao valorizam esses profissionais !!!! So quero continuar na profissao se for concursada ou na area de ergonomia e fisio do trabalho com a qual me identifico. Esses baixos valores pagos estao dentro da lei ????? Pq nao eh possivel q isso nao possa ser denunciado !!! Alguem pode me informar sobre esse assunto ? Obrigada.
13 de junho de 2012 às 21:03

Jose Luis disse:

Olá, sou fisioterapeuta, não posso reclamar de ganhar mal, pois depois de formado valorizei o meu conhecimento, meu trabalho e meu tempo. Moro em uma cidade pequena, hj cobro R$60,00 por uma sessão, no começo foi difícil convencer os pacientes e as famílias a pagarem tanto por um atendimento, perto de alguns colegas que hj cobram de uma sessão de R$15,00 a R$30,00. hj graças a DEUS tenho a agenda lotada. O segredo é não se prostitua, VALORIZE-SE.
03 de maio de 2012 às 09:36

dri disse:

Gente, eu estava pensando em entrar na área, mas diante de tanta falta de incentivos até desisto...
Um massoterapeuta ganha mais que um fisio...!!!! É absurdo mas a pura verdade!
Gostaria que o profissional de fisio fosse melhor remunerado.
26 de março de 2012 às 21:31

Marcelo disse:

Para Dayane e Roberta , que postaram seus comentarios..............Larguem enquanto vcs são novas, é fato : a fisioterapia só tende a piorar.......seus professores fisioterapeutas que dizem que a profissao da dinheiro ou se esta saturada ou nao, esses professores estao mentindo...........a remuneração é pífia............a remuneração para concurso de prefeitura e estadual são uma vergonha..........isso eu nao falo por ter sido um mal aluno ou um mal profissional......pelo contrário me formei com méritos e atuei por 8 anos e ja larguei ha 05 anos e até hj pacientes antigos me presenteiam e lembram de mim................dayane e roberta se tiverem condições façam medicina ou engenharia.........direito ou adm, e estudem para concurso publico......pq a idade chega e muita gente vai passar na sua frente.
nao quero desanimar.........só estou sendo realista
14 de março de 2012 às 22:18

MARIO APARECIDO MARTINS JUNIOR disse:

Olá colegas, me formei em 2000 e com seis meses de formado fui obrigado a largar a profissão para cuidar dos negócios da família pois meu pai faleceu. O que eu percebo em todos depoimentos é o amor pela profissão, pela fisioterapia, amor este que eu carrego até hoje mesmo não estando exercendo a profissão, para definir um pouco deste amor confesso que até hoje pago a anuidade do conselho só para ter a carteira de registro profissional e poder dizer com orgulho que sou Dr. Fisioterapeuta, pessoal vamos tentar fazer alguma coisa por essa profissão linda, principalmente o pessoal novo que esta vindo por aí, não se deixe abater enfrente os médicos de cabeça erguida, lute por melhores salários, não repassem parte do seu salário para o médico que te indicar um paciente, eu ainda acredito em uma VIRADA, abraço a todos não fiquem desmotivados!!!!
25 de fevereiro de 2012 às 23:50

Roberta disse:

Boa Noite guerreiros,
Sou acadêmica ainda,escuto muito coisa sobre a fisioterapia,quando comecei a faculdade eu me lembro que minha pergunta para os professores era sempre a mesma "o mercado de fisioterapia esta saturado?"tive respostas animadoras,o tempo passa e estou na metade do curso descobrindo que cada vez mais amo minha profissão,porem apenas o amor a profissão não pagam as contas né?rs
Reconheço que ta difícil,mas eu sou uma pessoa que não entro em batalha alguma pra perder,não quero e nem posso me dar ao luxo de desistir...então me dedico com todas as minhas forças e não vejo metade dos meus colegas de turma se esforçarem,estão fazendo por fazer e acho que esse tipo de profissional que desvaloriza nosso mercado,somos desunidos e sem objetivos,as pessoas preferem se abaixar mesmo sabendo que é um direito seu,uma aula de qualidade,estrutura na sua faculdade,um salario descente..entre outras coisas...sou uma pessoa que acredito em voz ativa,uma voz ativa muda alguma coisas e com certeza muitas vozes no mesmo objetivo é capaz de mudar muito mais...estou na luta,e o mercado de trabalho esta precisando de profissionais que não apenas apliquem técnicas...mas que acreditem que os anos de estudo,de dinheiro investido vai ajudar a uma pessoa...acreditar no que você faz é muito importante,milhares de pessoas precisam de BONS profissionais...porque de profissionais incompetentes ja estão cheios!
18 de fevereiro de 2012 às 02:15

Rafaela disse:

Pois eh...mas a briga ai eh outra..pra solicitar a fisioterapia...pq fisioterapeuta nao pode solicitar a fisioterapia ao plano de saúde...tem q vir ja com a guia do medico...a nao ser q tenha conhecimento com o medico e ele deixe a guai assinada e carimbada e vc posso colocar o codigo que vc acha certo..mas mesmo assim ainda tem o problema da conhecida GLOSA...trabalhava em hospital, ganahva por produção e o absurdo de glosa q existia nao ta no gibe...tem q ser um conjunto..valorizar vc mesmo, pode solicitar a fisioterapia e sim aumentar os valores dos procedimentos pagos pelo convenio q eu sei muito bem q eh um absurdo.Como mesmo falou no texto, pcte tetra, tem q dar toda atenção pra ganhar um nada...e olhe q no hospital eh o local que devemos dar mais atenção...pq qdo pega um pcte encurtado, com contraturas, isso eh consequencia do mau atendimento inicado no hospital prejudicando toda a reabilitação...pq nao ver clinica voltado para fisioterapia neurologica??pq nao ira ter retorno.tem q dedicar totalmente ao pcte iamgine atender 12 pctes ao dia por 5x na semana, no fim do mes nao tem nada, eh gratificante ver o resultado da fisio mas o retorno deixa a desejar.
14 de fevereiro de 2012 às 01:52

Dayane disse:

Nossa, fiquei muito triste com todos esses comentários ;S estou no 1° periodo de FISIOTERAPIA, mais já fiquei muito triste com todos esses comentários e informações ;/
10 de fevereiro de 2012 às 13:14

Cassiano disse:

A solução não é chapa em crefito, pois é tudo política! A solução é se valorizar e não entrar em clínicas e concursos que paguem pouco!
Enquanto fisioterapeutas aceitarem fazer concurso ou trabalharem pra ganhar aproximados R$700,00. Nunca irá mudar a situação! Aceitando isso, além de desmotivados e desvalorizados, estarão queimando a profissão, que é tão nova e rica em modalidades terapêuticas!
Olha, a área domiciliar é uma das melhores opções atualmente, você ganha por atendimento, além de não precisar atender diversos pacientes, podendo dar maior atenção nos tratamentos. E os próprios pacientes te indicam pra outros, fazendo seu marketing...
19 de janeiro de 2012 às 22:00

Ale disse:

Vamos montar uma chapa para o Crefito, acho que conseguiremos ganhar bem...
19 de janeiro de 2012 às 16:53

MARCELO disse:

Caros colegas, eu me formei ha 11 anos atras, fiz o curso de fisioterapeuta, duas pós graduações e foram 11 anos perdidos da minha vida ...............nao tem como voltar atras infelizmente, se qdo eu fiz o vestibular aos 17 anos de idade um fisioterapeuta me dissesse que a remuneração seria isso eu nunca teria feito. Poucos sao os fisioterapeutas que ganham mais de 5 mil reais por mes. Graças a Deus surgiu uma outra oportunidade pra mim na area administrativa e larguei da fisioterapia. E eu era um fisioterapeuta que trabalhava em UTI, enfermarias de hospitais, policlinicas e clinica particular e nada de dinheiro. Nunca incentivem ninguem a fazer o curso de fisioterapia.
Lembrando que falo isso por causa da remuneração do profissional, pois a fisioterapia em si é muito importante para o paciente. SÓ IRA MELHORAR QDO TODOS OS FISIOTERAPEUTAS PARAREM DE ATENDER, TODOS, TODOS TODOS OS FISIOTERAPEUTAS DE UMA CIDADE, AÍ SIM VAO VER QUE PRECISAM DOS FISIOTERAPEUTAS.
19 de janeiro de 2012 às 16:48

marcelo disse:

Caros colegas, eu me formei ha 11 anos atras, fiz o curso de fisioterapeuta, duas pós graduações e foram 11 anos perdidos da minha vida ...............nao tem como voltar atras infelizmente, se qdo eu fiz o vestibular aos 17 anos de idade um fisioterapeuta me dissesse que a remuneração seria isso eu nunca teria feito. Poucos sao os fisioterapeutas que ganham mais de 5 mil reais por mes. Graças a Deus surgiu uma outra oportunidade pra mim na area administrativa e larguei da fisioterapia. E eu era um fisioterapeuta que trabalhava em UTI, enfermarias de hospitais, policlinicas e clinica particular e nada de dinheiro. Nunca incentivem ninguem a fazer o curso de fisioterapia.
Lembrando que falo isso por causa da remuneração do profissional, pois a fisioterapia em si é muito importante para o paciente. SÓ IRA MELHORAR QDO TODOS OS FISIOTERAPEUTAS PARAREM DE ATENDER, TODOS, TODOS TODOS OS FISIOTERAPEUTAS DE UMA CIDADE, AÍ SIM VAO VER QUE PRECISAM DOS FISIOTERAPEUTAS.
17 de janeiro de 2012 às 10:02

Ana Paula disse:

Tbm sou Fisioterapeuta, e realmente é vergonhoso os valores pagos pelos convênios, assim como todos os salários são baixos, como os salarios que são pagos nos concursos públicos, e até mesmo quando recebemos por particular, muitos pacientes reclamam de pagar o valor p fisioterapia, mas aceitam pagar o mesmo valor para receber uma massagem, sendo que muitos dos "massagistas" nem estudo têm, e nós que passamos anos estudando, somos ainda comparados com massagistas.
Está sendo muito desmotivante trabalhar na nossa profissão com a valorização e reconhecimento que estamos recebendo!
14 de janeiro de 2012 às 00:00

Luís Felipe Paiva - Acadêmico de Fisioterapia - 2012 disse:

Saudações caros colegas! Ainda sou acadêmica de fisioterapia, sou apaixonado pelo curso que escolhi, é gratificante você poder melhorar a vida do outro através do uso dos seus conhecimentos, mas apesar disso me sinto desmotivado por ficar apar de toda desvalorização que se reflete a nossa profissão. Temos que lutar para reverter esse quadro, lembro-me que quando entrei na faculdade em 2009, eu não conhecia muita coisa sobre a fisioterapia, e hoje ela esta em todos os lugares, presente em todas as famílias ganhamos muito espaço na sociedade, o que falta é a união da classe pela luta da valorização!
12 de janeiro de 2012 às 23:32

Alexandre Moreira disse:

A valorização da profissão depende da valorização de si (auto valorização do profissional), da valorização dos membros da sua equipe (valorização entre os membros) e na valorização da pessoa que confia a sua saúde e até mesmo a sua vida a este profissional.

Tem coisas que nem um bom salário pagam.
23 de dezembro de 2011 às 18:46

Diane mendes disse:

Pois é, quando paro para pensar na profissão que sou apaixonada ,uffa!!! fico muito triste... precisamos fazer algo para a mudança.
22 de dezembro de 2011 às 03:40

LccXfUNAcLxpndfSQ disse:

If time is money you've made me a weatlheir woman.
21 de dezembro de 2011 às 21:39

Camila V.V. disse:

Fico mais indignada porque recebo menos que a recepcionista na clinica em que trabalho. Definitivamente me sinto humilhada! Sou apaixonada pela minha profissão e "pelos meus pacientes", porque precisam de mim... Agora me pergunto: pra que gastar dinheiro em faculdade por 4 anos, pra depois de formada, ralar o DIA INTEIIIROOO e receber no final do mes menos que a recepcionista da clinica???
06 de novembro de 2011 às 10:07

CARLOS FRANCISCO DA SILVA disse:

A luta pela melhoria dos honorários pagos pelos planos de saúde é uma necessidade pra ontem da nossa categoria.
Mas tem outras lutas, se não, mais importantes.
Falo da luta pela soberania da nossa profissão.
Nesse texto que você escreveu eu vi vários momentos que mostram a nossa dependência com relação dos médicos.
A gente não pode continuar dependendo de diagnóstico e solicitação de médico para iniciar um tratamento fisioterápico. Assim como a gente não pode deixar que o plano de saúde escolha o código que vamos utilizar na guia do plano de saúde.
Quem tem que solicitar fisioterapia ao plano de saúde é o fisioterapeuta.
O papel do médico deve ser única e exclusivamente encaminhar o paciente ao fisioterapeuta.
Quem vai definir o diagnóstico funcional, o plano de tratamento, reavaliações e alta do paciente é o fisioterapeuta.
Imaginem se um dentista pra restaurar um dente de um paciente seu dependesse de autorização ou solicitação de um médico.
Gente, vamos acabar com esse negócio de receber ordem de ortopedistas.
O que nós somos? Fisioterapeutas ou auxiliares de médicos.
Vi muita polêmica em cima das cenas da novela, mas aquilo retrata a visão que a sociedade brasileira tem de nossa profissão.
Não será aumento dos honorário dos planos de saúde que vão mudar a nossa realidade.
Mas a nossa diante de nossas (e outras) profissões.
Isso envolve luta política e jurídica com ANS, Coffito, Crefitos e outros conselhos.

CARLOS FRANCISCO DA SILVA
Fisioterapeuta e vice prefeito de Bezerros/PE
27 de outubro de 2011 às 11:37

Juliana disse:

Também sou fisioterapeuta, é uma vergonha o salário de um fisioterapeuta, como vc mesma disse, o salário que ganhamos não dá para a dispesa de uma cllínica ou consultório, e quando estraga algum aparelho com que dinheiro consertar? Eu particularmente não atendo pelo plano de saúde, não compensa. Mas tá muito difícil trabalhar nessa área, é muito desmotivante.


Deixe seu comentário

Seu Nome:

Seu Email:




Leia mais

Aplicativo Android para fisioterapeutas



Dilma sanciona lei que altera o Simples Nacional

Sistema COFFITO-CREFITOs comemora mais uma conquista para a Fisioterapia e a Terapia Ocupacional

Fisioterapia é eficiente: saiba como identificar se está sendo bem feita

Descubra quando não está recebendo um tratamento fisioterapêutico adequado e assim reivindique todo o seu direito de ser bem atendido



a Fisioterapeuta .com
Tendências da profissão de Fisioterapia. Debates e comentários sobre teorias, salários, especializações, vagas, empregos, concursos e muito mais
Projetado por Ronnan del Rey