Profissão

07 de setembro de 2013

Quanto cobrar por consulta? Tabela atualizada 2013

Baseado no Referencial Nacional de Honorários Fisioterapêuticos fornecido pelo COFFITO foi montado uma tabela com os valores em reais dos principais atendimentos. Com esta referência é possível calcular quanto deve ser o salário de um profissional de acordo com a área que irá trabalhar.


Abaixo uma cópia dos principais trechos do documento oficial:

RESOLUÇÃO n° 428 de 08 de julho de 2013.

O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional - COFFITO, em seu papel como Conselho Superior da Ética Profissional, zelando pelo exercício adequado da Fisioterapia, constituiu, a partir de uma revisão, a 3ª Edição do Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos - RNPF, adequando-o e atualizando-o à situação atual da Fisioterapia brasileira, inclusive, como decorrência do resultado da pesquisa científica realizada pela Fundação Getúlio Vargas – FGV – que, de maneira inédita, investigou, sob a visão econômica o setor Fisioterapia, no Brasil, no que tange à sua sustentabilidade.

O presente Referencial Nacional de Procedimentos Fisioterapêuticos tem como finalidade viabilizar uma assistência fisioterapêutica adequada ao Sistema de saúde Brasileiro. Por isso, caracteriza os procedimentos fisioterapêuticos, baseados em recomendações científicas atuais, e estabelece seus respectivos índices mínimos de remuneração do atendimento.

Os valores do referencial de remuneração dos procedimentosFisioterapêuticos estão expressos em CHF (Coeficiente de Honorários Fisioterapêuticos). Cada CHF vale no mínimo R$0,39 (trinta e nove centavos de Real), na data da publicação deste.


Consulta Fisioterapêutica


CÓDIGOS
RNPF / TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106901/50000349 13106902/50000144
13106903/50000241
Consulta Hospitalar
Consulta Ambulatorial
Consulta Domiciliar
              150 CHF
 


Obs.: A consulta fisioterapêutica deverá ser realizada antes do planejamento do atendimento, para a construção do diagnóstico fisioterapêutico. Sendo vedado ao fisioterapeuta utilizar-se do primeiro atendimento como consulta fisioterapêutica. Em caso de atendimento, preventivo ou terapêutico decorrente da mesma disfunção ou em função do mesmo objetivo, o fisioterapeuta terá direito a realizar uma nova consulta fisioterapêutica após 30 dias.
 
                     
CAPÍTULO II
 
 Exames e Testes Funcionais



 
CÓDIGO
 RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106904
Análise eletroterapêutica (cronaximetria, reobase, acomodação e curva I/T - por segmento ou membro) 200 CHF
13106905
Dinamometria (analógica ou computadorizada) 300 CHF
13106906
Eletromiografia de superfície – EMG 300 CHF
13106907
Teste de esforço cardiopulmonar com determinação do limiar anaeróbio
350 CHF
 
13106908
Ventilometria (Capacidade Vital, Capacidade Inspiratória e demais índices ventilométricos) 120 CHF
13106909
Manovacuometria (Medidas de Pressões Inspiratórias e/ou Expiratórias) 120 CHF
13106910
Pico de Fluxo de Tosse
 50  CHF
13106911
Exame funcional isoinercial do movimento 300 CHF
13106912
Análise cinemática do movimento 350 CHF
13106913
Baropodometria 300 CHF
13106914
Estabilometria 200 CHF
13106915
Biofotogrametria
250 CHF
13106916
Inclinometria vertebral                                                                      120 CHF
13106917
Ultrassonografia cinesiológica – por seguimento                                300 CHF
13106918
Termometria cutânea                                                                       200 CHF
 

CAPÍTULO III
 
 
 Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do Sistema Nervoso Central e/ou Periférico

CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
 
13106919/ 50000152
 
NÍVEL DE COMPLEXIDADE I - Disfunção neurofuncional, paciente independente ou com dependência parcial.
100 CHF
13106920/ 50000152 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II - Disfunção neurofuncional, paciente com dependência total.
180 CHF
 


Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
Sistema Nervoso Central e/ou Periférico 
 
CÓDIGO 
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106921/ 50000357 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I - Disfunção neurofuncional, paciente independente ou com dependência parcial.
100 CHF
13106922/ 50000357 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II - Disfunção neurofuncional, paciente com dependência total.
180 CHF


CAPÍTULO IV
 
Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do 
                    Sistema Locomotor (músculo- esquelético)
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106923/ 50000160 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I – Disfunção locomotora, paciente independente ou com dependência parcial.
100 CHF
13106924/ 50000160 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II - Disfunção locomotora, paciente com dependência total.           150 CHF
 
Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
                    Sistema Locomotor (músculo- esquelético)
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106925/ 50000365 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I – Disfunção locomotora, paciente independente ou com dependência parcial.
100 CHF
13106926/ 50000365 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II – Disfunção locomotora, paciente com dependência total.
150 CHF
   
 
 
                                              
CAPÍTULO V 
Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do
                                     Sistema Respiratório 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106927/ 50000179 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I –  Disfunção do sistema respiratório clínica e/ou cirúrgica atendido em Programas de Recuperação Funcional Cardiopulmonar, em grupo.
80 CHF
13106928/ 50000179 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II –  Disfunção do Sistema Respiratório clínica e/ou cirúrgica atendido em Programas de Recuperação Funcional Cardiopulmonar, de forma individualizada.
150 CHF
 
 
        Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do                 
                                        Sistema Respiratório
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106929/ 50000373 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I – Disfunção do Sistema Respiratório, em atendimento hospitalar nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos)
120 CHF
13106930/ 50000373 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II – Disfunção do Sistema Respiratório, em atendimento hospitalar nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos) necessitando de assistência ventilatória.
150 CHF
   
                                             CAPÍTULO VI
 
Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do Sistema Cardiovascular
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106931/ 50000187 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I -  Disfunção do sistema cardiovascular clínica e/ou cirúrgica atendido em programas de recuperação funcional cardiovascular, em grupo.
80 CHF
13106932/ 50000187 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II -  disfunção do sistema cardiovascular clínica e/ou cirúrgica atendido em programas de recuperação funcional cardiovascular, de forma individualizada.
150 CHF
 
 
       Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
                                      Sistema Cardiovascular  
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106933/ 50000381 Disfunção do sistema cardiovascular, em atendimento hospitalar nas unidades de internamento (enfer, maria e apartamentos)
120 CHF
   
 
                                         CAPÍTULO VII
 
     Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do              
                             Sistema Tegumentar (queimaduras)
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106934/ 50000195 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I: Disfunção do sistema tegumentar, atingindo até um terço de área corporal
100 CHF
13106935/ 50000195 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II: Disfunção do sistema tegumentar, atingindo mais de um terço da área corporal
150 CHF
 
 
     Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
                         Sistema Tegumentar (queimaduras)
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106936/ 50000390 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I: Disfunção do sistema tegumentar atingindo até um terço de área corporal, em unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
100 CHF
13106937/ 50000390 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II: Disfunção do sistema tegumentar atingindo mais de um terço da área corporal, em unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
120 CHF
 
 
 
 
                                            CAPÍTULO VIII
 
     Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL nas disfunções do Sistema Linfático e/ou Vascular
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106938/ 50000209 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I: Disfunção do sistema linfático e/ou vascular em um segmento, associada ou não a ulcerações.
120 CHF
13106939/ 50000209 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II: Disfunção do sistema linfático e/ou vascular em dois ou mais segmentos, associada ou não a ulcerações.
150 CHF
 
     Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
                               Sistema Linfático e/ou Vascular
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106940/ 50000403 NÍVEL DE COMPLEXIDADE I: Disfunção do Sistema Linfático e/ou Vascular em um segmento, associada ou não a ulcerações, em atendimento hospitalar nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
120 CHF
13106941/ 50000403 NÍVEL DE COMPLEXIDADE II: Disfunção do Sistema Linfático e/ou Vascular em dois ou mais segmentos, associada ou não a ulcerações, em atendimento hospitalar nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
150 CHF
 
 
                                               CAPÍTULO IX
 
       Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL, preventivo e/ou terapêutico, nas disfunções do Sistema Endócrino-metabólico 
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106942/ 50000225 Disfunção endócrino-metabólica, atendimento fisioterapêutico em grupo.
80 CHF
13106943/ 50000225 Disfunção endócrino-metabólica, atendimento fisioterapêutico de forma individualizada.
150 CHF
   
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106947/50000217 Paciente em pré/pós-operatório, requerendo assistência fisioterapêutica preventiva e/ou terapêutica. 150 CHF
   
 








         Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR nas disfunções do
                                 Sistema Endócrino-metabólico 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106944/ 50000420 Disfunção endócrino-metabólica, em atendimento nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
150 CHF
 
 
 
 
 
                                           CAPÍTULO X
 
       Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL do Sistema     
           Genital, Reprodutor e Excretor (urinário e proctológico)
CÓDIGO
      RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106945/50000233 Disfunção do sistema genital, reprodutor e excretor (urinário/ proctológico)         400 CHF
 
 
    Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR do Sistema Genital,
                   Reprodutor e Excretor (urinário e proctológico)
CÓDIGO
     RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106946/50000454 Disfunção do sistema genital, reprodutor e excretor (urinário/proctológico), em atendimento nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
400 CHF
   
   
                                            CAPÍTULO XI
 
         Atendimento Fisioterapêutico AMBULATORIAL no pré e
 
                    pós-cirúrgico e em recuperação de tecidos 
          Atendimento Fisioterapêutico HOSPITALAR no pré e
                    pós-cirúrgico e em recuperação de tecidos
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106948/50000411 Paciente em pré/pós-operatório, requerendo assistência fisioterapêutica preventiva e/ou terapêutica, em atendimento nas unidades de internamento (enfermaria e apartamentos).
150 CHF
 
                                            
                                           CAPÍTULO XII
          Atendimento Fisioterapêutico no paciente em hemodiálise.
CÓDIGO
RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106949
Atendimento fisioterapêutico em programas de recuperação funcional em pacientes durante hemodiálise, atendimento em grupo.
80 CHF
13106950
Atendimento fisioterapêutico em programas de recuperação funcional em pacientes durante hemodiálise, atendimento individualizado.
150 CHF
                                       CAPÍTULO XIII
              
                 Atendimento Fisioterapêutico em UNIDADES CRÍTICAS
 
CÓDIGO
RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106951
Plantão do fisioterapeuta em Unidades de Terapia Intensiva, Semi-intensiva ou de Pronto-atendimento de Urgências e Emergências, por paciente a cada 12h.
350 CHF
 
                                              
                                         CAPÍTULO XIV
              
                 Atendimento Fisioterapêutico DOMICILIAR
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106952/50000250
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema nervoso central e/ou periférico
252 CHF
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106953/50000268
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema locomotor (músculo- esquelético)
210 CHF
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106954/50000276
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema respiratório
210 CHF
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106955/50000284
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema cardiovascular
210 CHF
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106956/50000292
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções decorrentes de queimaduras
210 CHF
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106957/50000306
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema linfático e/ou vascular          210 CHF
 
 
 
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106958/50000314
Atendimento fisioterapêutico domiciliar no pré e pós cirúrgico e em recuperação de tecidos
210 CHF
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106959/50000322
Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema
endócrino-metabólico
210 CHF
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106960/50000330 Atendimento fisioterapêutico domiciliar nas disfunções do sistema genital, reprodutor e excretor (urinário e proctológico)
480 CHF
                                                                                     
CAPÍTULO XV
Atendimento Fisioterapêutico por meio de Procedimentos, Métodos ou Técnicas Manuais e/ou Específicos
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106961/31601014
 Acupuntura
150 CHF
 
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106962/50000438
 
Fisioterapia Aquática (Hidroterapia) - Grupo             80 CHF      
13106963/50000438 Fisioterapia Aquática (Hidroterapia) - Individual
150 CHF
 
 
 
CÓDIGO RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106964/50000446
ReeducaçãoPostural Global (RPG)
180 CHF
 
CÓDIGO RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106965
Pilates - Grupo
 
 80 CHF
13106966
Pilates - Individual
150 CHF
 
CÓDIGO
 RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106969
      Reabilitação Vestibular (disfunções labirínticas)
120 CHF
 






 
CÓDIGO RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106967
Osteopatia
           180 CHF
 
CÓDIGO RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106968
Quiropraxia
           180 CHF
 
CÓDIGO
 RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106969
      Reabilitação Vestibular (disfunções labirínticas)
120 CHF
 
CÓDIGO
RNPF/TUSS
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106970/31602185
      Estimulação Elétrica Transcutânea
100 CHF
 
                                
                                         CAPÍTULO XVI
 
       Consultoria e Assessoria geral em Fisioterapia do Trabalho
CÓDIGO
RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106971 Análise biomecânica da atividade produtiva do trabalhador – por hora técnica.
 220 CHF
13106972 Análise e qualificação das demandas observadas através de estudos ergonômicos aplicados – por hora técnica.
220 CHF
13106973 Elaboração de relatório de análise ergonômica – por hora técnica.
250 CHF
13106974 Exame Admissional e Demissional Cinesiológico-funcional
100 CHF
13106975 Exame periódico Cinesiológico-funcional.
75 CHF
13106976 Prescrição e gerencia de assistência fisioterapêutica preventiva – por hora técnica.
200 CHF
13106977 Consultoria e assessoria - outras em Saúde Funcional
200 CHF
 
CAPÍTULO XVII
 
Atendimento Fisioterapêutico na Atenção Primária
CÓDIGO
RNPF
DESCRIÇÃO
REFERENCIAL
13106978 Atendimento Fisioterapêutico na Atenção Primária, em grupo.
80 CHF
13106979 Atendimento Fisioterapêutico na Atenção Primária, Individual.
150 CHF


Este referencial determina valores mínimos para pagamento de atendimentos fisioterapêuticos e não indica que valores anteriormente pagos, devam ser reduzidos aos indicados neste referencial.

A negociação para aplicação deste Rreferencial junto ao Sistema de Saúde Brasileiro será realizada pela Comissão Nacional de Procedimentos de Fisioterapia do COFFITO e suas regionais. Porém, a sua efetiva implementação, de forma responsável e ética, só será possível com o envolvimento das diversas entidades representativas da classe e com a contribuição pró-ativa de todos os fisioterapeutas brasileiros, à medida que os mesmos adotem o RNPF como o único instrumento de remuneração da Fisioterapia para os serviços prestados ao Sistema de Saúde Brasileiro (público ou suplementar).

O RNPF deve ser entendido como uma ferramenta que, além de afirmar a identidade e garantir a dignidade e o real valor do profissional fisioterapeuta, servirá principalmente como um instrumento de proteção a saúde da população brasileira.

COFFITO



Comentários ()

24 de setembro de 2017 às 18:54

bears jerseys disse:

document_srl=
17 de setembro de 2017 às 14:33

nike huarache disse:

plus/guest
30 de dezembro de 2016 às 02:35

gq8BdydepRV disse:

All very insightful tips, Pelgsiciouo. But where does this leave me? I once drove down the highway 70mph with my parking brake on (I was 18 at the time) reached home in time to see black smoke and flames coming out the back. I also hit a moose once in my twenties. Did I start out very old, but now I’m getting younger? Like Brad Pitt in that crazy movie? What’s next for me, texting? oh god help me!
16 de outubro de 2013 às 10:01

Thiago Machado disse:

Concordo com a colega, temos o direito de exigir sim, não salários absurdamente altos, mas salários justos para com a nossa profissão. Afinal, nossa formação como profissionais da saúde, é fruto de muita dedicação, seja de tempo, dinheiro etc. "A valorização parte de cada um de nós! respeitem-se colegas e recusem-se a atuar sem o pagamento justo!!! Juntos pela valorização da fisioterapia!!!"
26 de setembro de 2013 às 17:04

juliana disse:

Baseado no referencial de honorários, dá pra termos uma ideia de quanto deveria ser a real remuneração de um fisioterapeuta, para cumprir uma jornada de trabalho de 20, 30 horas, onde são atendidos muitos pacientes. No entanto, o que infelizmente ainda vemos, são colegas se desvalorizando, aceitando empregos a troco de esmola... mesmo precisando, me recusei a trabalhar como fisioterapeuta por um baixo salário. Amo a fisioterapia e não pretendo deixar de exercer essa profissão que é tão importante e essencial, porém, só trabalharei com um pagamento no mínimo justo, do contrário, se for pra ganhar pouco, trabalharei como balconista, secretária, salgadeira (aliás, minha irmã ganha 6 mil reais, fazendo salgadinhos, sendo apenas um período), mas como fisioterapeuta me recusarei! farei isso por respeito a minha profissão, por respeito a profissional dedicada e responsável que sou e gostaria que todos os colegas de profissão refletissem e fizessem o mesmo, precisamos nos unir. se todos os profissionais se valorizarem, a realidade pode mudar. Imagino o dia, em que a fisioterapia, pelo menos no Brasil, fizesse uma paralisação geral! Se nos recusarmos a trabalhar, por esses salários vergonhosos, a solução virá!! a valorização parte de cada um de nós! respeitem-se colegas e recusem-se a atuar sem o pagamento justo!!! Juntos pela valorização da fisioterapia!!!!


Deixe seu comentário

Seu Nome:

Seu Email:




Leia mais

Aplicativo Android para fisioterapeutas



Dilma sanciona lei que altera o Simples Nacional

Sistema COFFITO-CREFITOs comemora mais uma conquista para a Fisioterapia e a Terapia Ocupacional

Fisioterapia é eficiente: saiba como identificar se está sendo bem feita

Descubra quando não está recebendo um tratamento fisioterapêutico adequado e assim reivindique todo o seu direito de ser bem atendido



a Fisioterapeuta .com
Tendências da profissão de Fisioterapia. Debates e comentários sobre teorias, salários, especializações, vagas, empregos, concursos e muito mais
Projetado por Ronnan del Rey