Profissão

14 de abril de 2011

Sindicato dos Fisioterapeutas de MG propõe greve aos planos de saúde

Devido ao baixo valor pago pelos planos de saúde o sindicato de Minas Gerais publicou uma carta aberta a população informando a realidade da profissão e os números dos acordos entre planos de saúde e fisioterapeutas.


Alguns motivos dos baixos salários atuais dos fisioterapeutas se devem ao valor pago e as limitações impostas pelos planos de saúde. Se a tabela sofresse reajuste no mesmo índice do salário mínimo, uma sessão de fisioterapia deveria ter o valor méido de R$56 e não de R$8,00 como é a praticado.

Além disso os atendimentos que, em sua maioria, ocorrem em mais de 3 pacientes por vez e em média 30 minutos, impedindo uma boa evolução no tratamento. O ideal seria ter um, no máximo dois, por sessão e ter duração de 1h. Os pacientes estão sendo lesados, não sabem disso e pior, culpam a fisioterapia por não ter bons resultados em vez de entender que o dinheiro que investem nos planos não estão sendo gastos como deveria.

O reajuste faria um profissional, que hoje recebe em média R$800, ter o salário digno de, aproximadamente, R$2800.
E quanto seria adicionado de juros por empréstimo? Isso mesmo! Os planos de saúde chegam a demorar 6 meses para fazer o pagamento das guias, então eu gostaria de receber juros, pois os pacientes pagam por mês e não podem atrasar um dia sequer.


Vejam abaixo a carta na íntegra:


CLINICAS DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL VÃO PARAR OS ATENDIMENTOS PELOS CONVÊNIOS DE SAÚDE   
Prezado Cidadão, 
Os Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais de Minas Gerais estão prestes a fechar as suas clínicas e parar os atendimentos pelos convênios de saúde. OS CONVÊNIOS SEMPRE REAJUSTAM A MENSALIDADE QUE VOCÊ PAGA, PORÉM o valor que é pago por eles pelos ATENDIMENTOS DE FISIOTERAPIA E TERAPIA OCUPACIONAL NÃO SÃO REAJUSTADOS HÁ MAIS DE 15 ANOS! Naquela época o salário mínimo era cerca de R$70,00 e hoje é de R$545,00, uma diferença de quase 700%! 
Os valores pagos são vergonhosos! Na maioria dos procedimentos, O VALOR PAGO POR UMA SESSÃO DE FISIOTERAPIA VARIA DE R$ 4,20 A R$ 12,00 para um serviço de tamanha relevância de um profissional que estudou 05 anos, que necessita de constante atualização com alto investimento financeiro e que possui uma série de gastos para manutenção de sua clínica. MUITAS VEZES OS CONVÊNIOS NÃO PAGAM SESSÕES AUTORIZADAS E JÁ REALIZADAS (GLOSAS),deixando um buraco no orçamento mensal das clínicas! Essas e outras medidas arbitrárias são frequentes, o que significa um grande desrespeito aos profissionais. Muitos convênios não autorizam para você, usuário, a realização de mais de um tratamento ao mesmo tempo, SÓ AUTORIZAM UM TRATAMENTO DE CADA VEZ E COM UM NÚMERO LIMITADO DE SESSÕES! Não estão respeitando o seu direito à saúde plena! 
Nos planos participativos (PLANOPART), O VALOR PAGO A MAIS PELO PACIENTE AO CONVÊNIO É MAIOR DO QUE SE REPASSA AO PROFISSIONAL! 
Os serviços de Fisioterapia e Terapia Ocupacional estão sendo sucateados e os tratamentos estão sendo afetados. O MAIOR PREJUDICADO É VOCÊ QUE PAGA CARO PELO SEU CONVÊNIO E NÃO TEM O DEVIDO RESPEITO ÀS SUAS NECESSIDADES. Precisamos de você para melhorar esse quadro. Reivindique seus direitos ao seu convênio! Exija seu direito à saúde plena! Somente com a sua pressão podemos mudar essa vergonha.
   
SINFITO/MG - Sindicato dos Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais de MG (www.sinfitomg.com.br)
AMEFISIO - Associação Mineira de Empresas Prestadoras de Serviços de Fisioterapia (www.amefisio.org.br)
AMF - Associação Mineira de Fisioterapeutas (www.portalamf.com.br)
ATOMG - Associação dos Terapeutas Ocupacionais de Minas Gerais (asstomg@gmail.com)



http://www.sinfitomg.com.br/noticias/sinfito-amf-atomgeamefisiodivulgamcartaabertaapopulacao.html



Comentários ()

28 de setembro de 2017 às 10:38

ralph lauren outlet disse:

I must express my appreciation to you just for bailing me out of this particular difficulty. Because of exploring through the the web and coming across concepts which were not helpful, I assumed my life was gone. Existing without the presence of strategies to the issues you have resolved by way of this blog post is a serious case, as well as ones which might have adversely affected my career if I had not discovered your site. Your primary skills and kindness in playing with the whole lot was precious. I'm not sure what I would've done if I had not encountered such a step like this. I can also at this point look ahead to my future. Thanks very much for this professional and sensible help. I will not hesitate to refer the sites to anybody who will need support about this issue.
20 de setembro de 2017 às 19:30

cheap ray bans disse:

Thank you so much for providing individuals with an extraordinarily wonderful chance to read critical reviews from this blog. It can be so beneficial plus jam-packed with a lot of fun for me personally and my office acquaintances to visit your blog particularly three times in one week to see the fresh issues you have got. And of course, we are always astounded with all the splendid tips served by you. Selected 3 ideas in this posting are in truth the most beneficial I've ever had.
30 de dezembro de 2016 às 02:15

3f0qWda0BKQp disse:

It appears to me that this website doesnt load up in a Motorola Droid. Are other people having the same problem? I enjoy this website and dont want to have to skip it any time Im gone from my coreutpm.
18 de abril de 2012 às 23:24

Gustavo disse:

Vamos ser realistas, falar para as clínicas deixarem de atender os planos de saúde, é a mesma coisa que pedir para bar parar de vender cerveja. Sejamos verdadeiros conosco mesmos, não é cortando o serviço e sim regulamentando, precionando a ANS para que estabeleça uma tabela mínima a ser paga pelos planos de saúde, solicitando ao COFFITO uma forma de controle, mesmo que aleguem que os contratos são particulares ( entre empresas), o COFFITO e o SINFITO mais o SINDHO, entre outras entidades, precionando a ANS para uma regulamentação estipulando um mínimo a ser pago, começando é claro pela tabela SUS que é a tabela usada como referencia pelos planos de saúde, (pois se o sistema público pode pagar mal, porque o privado não). Teremos sempre que lembrar, que por pouco que sejam, existem fisioterapeutas que sobrevivem de suas clínicas, e indiretamente muitos fisioterapeutas acabam também se beneficiando disso, mesmo que trabalhem 12 horas por dia, sem direito trabalhista algum, tanto autonomos como empresários da fisioterapia trabalham muito para tentar sobreviver da fisioterapia. O Governo deveria no mínimo reduzir impostos, empresas de fisioterapia estão sendo tarifadas em quase 28%,( imaginem uma nota de mil reais, quase 300 reais são impostos, o Governo é um sócio sem trabalhar), sendo que o governo poderia emquadrá-las( as empresas) no Simples que ai sim não passaria dos 10%. Percebem que o sistema é mais complexo do que pensamos. Nada está ajudando a profissão de fisioterapeuta, sem contar com ações de conselhos ganaciosos que ainda querem tomar até especialidades da fisioterapia, pensando não no paciente, mas apenas no lucro obtido com eles.
Só posso desejar muita sorte para os fisioterapeutas e tenho certeza que se fossemos bem representado pelo poder público a profissão não estaria desta forma. Abraços a todos.
18 de abril de 2012 às 21:11

Claudia disse:

RESPEITE-SE : DIGA NÃO AOS CONVÊNIOS.
Tenha certeza, você irá sentir-se melhor. Dê um basta em ser humilhado e ridicularizado, a menos que vc goste de esmolas e ser chamado de coitado. PENSEM e sejam livres.
18 de abril de 2012 às 11:51

Sônia disse:

Eu , concordo com os comentários anteriores, realizados por alguém que preza pela Fisioterapia, a qual promove a funcionalidade humana.

Atualmente não estou em exercício na minha profissão. Entretanto, quando for contemplada por um emprego na minha área profissional, não pretendo usar nenhum plano de saúde, pois quero fazer valer a pena meus tempos de estudos, investimentos financeiros, e principalmente em respeito a minha profissão.
Pretendo só realizar procedimentos fisioterapêuticos exclusivamente particular, justamente para não correr o risco de fazer parte da equipe daqueles os quais não valoriza nossa profissão, achando que realizar procedimentos a preços acessíveis (BAIXOS) vão assegurar sua empregabilidade. Muito pelo contrário, se continuarem praticando esses absurdos, a dessa forma, nossa profissão vai entrar em falência.

Acredito que não é isso que o nosso país merece.
Faça sua parte, porque a união é quem faz a força!
05 de março de 2012 às 23:40

claudia czernaik disse:

Não importa o estado que vc atue a realidade é a mesma na nossa profissão. Mas se há insatisfação sobre os valores pgs pelas operadoras, diga não, ninguém é obrigado a ter credendiamento, já ouvi paciente falar q os melhores profissionais não atendem mais por convênios, então q adianta a clínica cheia e lucrar pouco. Repensem cobrem diferença do pcte, fique o tempo q vc acha q o valor cobrado é justo ou caia fora, TEM QUE SE VALORIZAR usamos um Dr. na fente dos nossos nomes e o q todos penssam q doutores ganham muito, fica veio se lamuriar diante de pcte.Concordam.
10 de janeiro de 2012 às 12:42

bruno disse:

pos fisio ganhar mais que uma manicure é simples:
1- fechar cerca de 30% das facu de fisio
2- dedurar os prostitutos e prostitutas que prostituem nossa profissao
3- mandar os planos de saude escravistas pro lugar que eles merecem
vamos pensar alto gente, vamos tentar ganhar mais que as manicure,
é facil gente!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
29 de abril de 2011 às 22:03

Gustavo disse:

Há 10 anos estou vivendo esta realidade, descaso total das operadoras de planos de saúde para com as prestadoras de serviço, principalmente fisioterapias. As clinicas estão sucateadas, nenhum profissional com registro em carteira, clinicas superlotadas e profissionais desmotivados. Não acredito que esta realidade vai mudar, pois a fisioterapia é vista como segundo ou terceiro plano para operadoras de saúde, mas acredito que num futuro próximo as clinicas de fisioterapia serão pulverizadas do mercado, já que com as operadoras não se pagam nem a contas mínimas e de pacientes particulares não tem volume para manter uma empresa de reabilitação aberta, já que culturalmente o brasileiro anda de carro novo, paga para lavar cachorro no pet shop, mas quando cobra-se R$ 25,00 de uma sessão de fisioterapia ele acha caro,no fim, colhemos o que plantamos.
26 de abril de 2011 às 22:30

cristiano disse:

a iniciativa é boa. porém duvido mto q tenha adesao, uma vez q todos nos ja somos ferrados e infelizmente depende,os dessa ''esmola'' paga pelos planos, e achoq alguns colegas oportunistas aproveitariam o boicote de alguns para angariar clientes para si.
Essa iniciativa deveria partir do nosso excelentissimo e competente crefito 4. talvez assim por meio de convocação oficial do orgao a adesao poderia ser maior.
18 de abril de 2011 às 16:59

bianca lefosse disse:

Eu não uso nenhum plano de saúde e nem pretendo usar.
Minha consulta é bem acessível e ofereço um tratamento personalizado, o que me dá respaldo por optar não ter plano de saúde. É difícil mas vale a pena o começo.
Conheço outros fisios que não usam planos.
Já faço minha parte boicotando.
Faça a sua!!!

15 de abril de 2011 às 20:30

Gyselle disse:

A idéia é excelente, a população precisa ficar ciente da situação. Agora, infelizemente, acho difícil ter uma aderência dos profissionais e clínicas. Na hora que alguns pararem vão aparecer outros querendo pegar todos os pacientes e tirar um trocado. Falta união da classe!


Deixe seu comentário

Seu Nome:

Seu Email:




Leia mais

Aplicativo Android para fisioterapeutas



Dilma sanciona lei que altera o Simples Nacional

Sistema COFFITO-CREFITOs comemora mais uma conquista para a Fisioterapia e a Terapia Ocupacional

Fisioterapia é eficiente: saiba como identificar se está sendo bem feita

Descubra quando não está recebendo um tratamento fisioterapêutico adequado e assim reivindique todo o seu direito de ser bem atendido



a Fisioterapeuta .com
Tendências da profissão de Fisioterapia. Debates e comentários sobre teorias, salários, especializações, vagas, empregos, concursos e muito mais
Projetado por Ronnan del Rey