Ortopedia

31 de janeiro de 2010

Tornozelo é mais novo candidato a substituição no corpo humano

Agora, mais uma articulação está rapidamente se tornando candidata à substituição nos idosos. Neste ano, espera-se que 4.400 pacientes se submetam a cirurgias para substituir tornozelos com artrite.




Agora, mais uma articulação está rapidamente se tornando candidata à substituição nos idosos. Neste ano, espera-se que 4.400 pacientes se submetam a cirurgias para substituir tornozelos com artrite ou lesionados, por articulações artificiais feitas de ligas de metal e plástico leve, de acordo com estimativas da indústria.

Quatro modelos são comumente usados nos Estados Unidos, com a aprovação da FDA (agência americana que controla alimentos e medicamentos). A demanda deve crescer ainda mais, à medida que os baby boomers chegam aos 60 ou 70 anos com dores debilitantes no tornozelo.

A substituição do joelho já existe há três décadas, mas sua popularização tem sido lenta. Problemas com os primeiros aparelhos deixaram cirurgiões e pacientes cautelosos. A operação é complexa e muitos cirurgiões não têm a experiência necessária. Embora o Medicare cubra substituições de tornozelo, muitos planos de saúde particulares não o fazem.

Todos os anos, cerca de 2 milhões de americanos vão ao médico com dor no tornozelo em decorrência de artrite ou fratura. Cerca de 50 mil pessoas sofrem com artrite no tornozelo em grau avançado todos os anos. Nessa condição, a cartilagem do tornozelo está completamente desgastada, causando um contato entre os ossos bastante doloroso e algum nível de incapacidade.

Até pouco tempo atrás, esses pacientes só tinham uma opção cirúrgica: cirurgia de fusão do tornozelo, na qual a parte desgastada da articulação é removida e os ossos são permanentemente presos com parafusos e placas. O procedimento geralmente alivia a dor, mas o paciente perde mobilidade no tornozelo, levando a mudanças na forma de andar e, no fim das contas, desgaste adicional e dor artrítica em outras partes do tornozelo. Cerca de 25 mil fusões de tornozelo foram realizadas nos Estados Unidos no ano passado.

99%

Andrew Keaveney, hoje com 73 anos, estraçalhou o tornozelo numa queda de um caminhão enquanto pendurava bandeiras como voluntário da American Legion. Uma cirurgia consertou os ossos quebrados, mas ele continuou a ter fortes dores.

Os médicos sugeriram fusão do tornozelo, mas ele encontrou um cirurgião que ofereceu a substituição total do tornozelo. Ele se submeteu à operação em dezembro de 2008 e hoje afirma que seu tornozelo está "99%".

"Antes da cirurgia eu não conseguia dormir à noite", disse Keaveney, de Locust Valley, Nova York. "Agora, posso subir escadas. Não sinto dor nenhuma. Alguns meses atrás, até joguei futebol com meus netos".

Seu cirurgião, Craig S. Radnay, associado do Instituto Insall Scott Kelly de Ortopedia e Medicina Esportiva na cidade de Nova York e em Long Island, afirma ser um "grande defensor" da substituição do tornozelo para determinados pacientes.

"Para uma substituição de tornozelo, temos de ser mais seletivos", disse ele. "Mas você não imagina quantos pacientes chegam a mim e eu menciono essa opção que eles nem sabiam que existia" (Radnay, que afirma ter realizado mais de 100 substituições de tornozelo usando um dispositivo Inbone do Wright Medical Group, de Arlington, Tennessee, é hoje consultor pago da empresa e ajuda a coletar dados sobre índices de sucesso de longo prazo).

O paciente ideal tem cerca de 60 anos e peso normal, embora médicos considerem pacientes mais velhos, dependendo de sua condição de saúde. Pessoas com diabetes podem não ser boas candidatas, pois podem correr risco de desenvolver complicações resultantes da circulação sanguínea insuficiente.

Cautela

Jonathan T. Deland, chefe do atendimento de pé e tornozelo do Hospital for Special Surgery, em Manhattan, disse que, embora os dispositivos tivessem melhorado, ele continuava cauteloso em sugerir a operação.

"A grande preocupação com a substituição do tornozelo é quantas vezes ela falha e com que frequência o tornozelo afrouxa", disse ele.

Complicações podem incluir cura lenta, assim como infecção. Complicações mais graves são raras, mas podem resultar em amputação. Mesmo assim, disse Deland, "estamos tendo cada vez menos falhas".

Os novos modelos exigem que menos osso seja removido. Desta forma, o osso no qual o dispositivo é afixado é mais forte. Além disso, os instrumentos usados para guiar cirurgiões no alinhamento da articulação artificial melhoraram. Deland citou dados que mostram que, para alguns modelos recentes, 90% das substituições de tornozelo ainda estavam no lugar depois de uma média de oito anos e meio.

Embora os quatro dispositivos mais comumente usados tenham diferenças técnicas no desenho e em como são implantados, os médicos afirmam que a escolha do dispositivo é bem menos importante do que a experiência do cirurgião. O procedimento está entre os mais difíceis realizados por cirurgiões de pé e tornozelo, e um dos maiores desafios é obter o alinhamento adequado da prótese da articulação.

Brian Donley, cirurgião ortopédico e diretor do centro de pé e tornozelo da Clínica Cleveland, conta que os pacientes sempre deveriam pedir ao médico para revelar qualquer interesse financeiro sobre um dispositivo (ele realizou a primeira operação nos Estados Unidos usando o dispositivo Salto Talaris, da Tornier, de Minneapolis, e recebe remuneração de consultoria da empresa).

Mesmo com o sucesso da implantação, os pacientes não deveriam esperar ter os mesmos tornozelos dos seus 18 anos de idade. Eles não devem tentar retornar a atividades como basquete e corrida. Porém, praticar golfe e caminhadas, algumas vezes até esquiar, geralmente fica permitido.

"Meus pacientes mais felizes são os que fizeram substituição de tornozelo", disse Donley. "Eles apreciam tanto a forma como suas vidas mudaram. Podem ir ao casamento dos netos e até dançar".

TARA PARKER POPE New York Times



Comentários ()

17 de setembro de 2017 às 03:50

ecco shoes disse:

Needed to post you the little bit of observation to finally thank you so much over again for your lovely secrets you've shown in this article. It's really incredibly open-handed of people like you in giving openly all that many people would've supplied for an ebook in order to make some dough for their own end, most importantly seeing that you might well have done it if you decided. Those things additionally served as a great way to fully grasp that most people have the same interest the same as my own to find out very much more related to this problem. I know there are many more pleasant opportunities ahead for many who scan through your blog post.
27 de março de 2017 às 09:54

1 disse:

1
27 de março de 2017 às 09:53

1 disse:

-1'
26 de fevereiro de 2017 às 10:06

1 disse:

1
26 de fevereiro de 2017 às 10:06

1 disse:

-1'
25 de fevereiro de 2017 às 09:51

1 disse:

1
25 de fevereiro de 2017 às 09:50

1 disse:

-1'
08 de fevereiro de 2017 às 05:56

1 disse:

1
27 de janeiro de 2017 às 17:56

1 disse:

1
27 de janeiro de 2017 às 17:55

1 disse:

-1'
27 de janeiro de 2017 às 06:29

1 disse:

1
25 de janeiro de 2017 às 04:37

1 disse:

1
16 de janeiro de 2017 às 22:28

1 disse:

1
16 de janeiro de 2017 às 22:27

1 disse:

-1'
14 de janeiro de 2017 às 09:55

1 disse:

1
14 de janeiro de 2017 às 09:55

1 disse:

-1'
30 de dezembro de 2016 às 19:34

1 disse:

1
30 de dezembro de 2016 às 19:34

1 disse:

-1'
30 de dezembro de 2016 às 02:35

klB7beEHh6r disse:

hello,this is maybe not that blogpost where this “comment” fit but i have been reading an article about arctic ice melting and i would be very happy to know if the people who live in that areas see some positive side effects of cht;&emena…g#8230n.for example development of agricluture, better living possibilities…….
06 de setembro de 2016 às 06:33

1 disse:

1
06 de setembro de 2016 às 06:33

1 disse:

-1'
27 de julho de 2016 às 04:45

1 disse:

1
27 de julho de 2016 às 04:45

1 disse:

-1'
11 de abril de 2016 às 15:36

1 disse:

-1'
07 de abril de 2016 às 15:04

1 disse:

1
22 de dezembro de 2011 às 12:00

nHXUZvZrPSndpcc disse:

I am taoltly wowed and prepared to take the next step now.
31 de outubro de 2011 às 15:57

Judecir Avelino Silva Cruz disse:

Sou portadora de hérnia de disco, cervical elombar, tenho artrite reumatoide nas articulações dos membros superiores e inferiores, apesar de já ter recorrido a muitos tipos de tratamentos como, fisioterapia, hidroterapia, risotomia já realizei duas na cervial e lombar e não obtive o sucesso esperado, meu neurologista optou pelo tratamento de ozõnio mesmo assim após várias seções,continuo sentindo dores fortes, quanto a artrite tomo medicamentos de última geração. Atualmente faço uso de metrotexate, cymbalta, mytedon, rivotril e outros antiflamatórios sem passar um dia sem dor, sinceramente já nem temho mais vontade de tratar. Portanto com este novo tratamento com a máquina de tração sinto-me confiante que vou alcançar melhoras, daí quero muito saber de vocês se em João Pessoa-PB ou campina Grande-PB existem fisioterapeutas realizando, se sim será possível me informarem o endreço e telefone das clinicas.
Atenciosamente
Judecir Avelino Silva cruz


Deixe seu comentário

Seu Nome:

Seu Email:




Leia mais

Dentre os praticantes de CrossFit, 73% sofrem algum tipo de lesão, afirma estudo

Apesar da popularidade do CrossFit, de acordo com um estudo divulgado pela revista científica Journal of Strength and Conditioning Research Publish Ahead of Print , 73% dos que praticantes sofreram algum tipo de lesão e, destes, 7% precisam de intervenção cirúrgica.

Osteoporose: como prevenir?

A osteoporose é uma doença que leva à fragilidade dos ossos e aumenta o risco de fraturas. Vários fatores estão envolvidos no desenvolvimento da osteoporose, alguns deles não podem ser alterados, mas felizmente, muito deles podem ser modificados reduzindo as chances do aparecimento da osteoporose.

Não caia na tendinite!

A tendinite é uma doença que pode ter causas ocupacionais, pela repetição de movimentos, principalmente os das mãos, pulsos e braços e é muito comum hoje em dia,visto que a maioria das profissões exigem,por exemplo,a digitação nas teclas de um computador.



a Fisioterapeuta .com
Tendências da profissão de Fisioterapia. Debates e comentários sobre teorias, salários, especializações, vagas, empregos, concursos e muito mais
Projetado por Ronnan del Rey